Como vencer os principados e potestades

Como vencer os principados e potestades

porque não temos que lutar contra carne e sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais..

Efésios Capítulo 6; versículo 12

Para podermos batalhar com excelência, precisamos entender o agir dos nossos adversários para nos defendermos e atacar da maneira certa.  

Em Efésios Capítulo 6; versículo 12 Paulo nos diz contra quem devemos e não devemos lutar;

A carne e o sangue, que representa o físico, aquilo em que há vida, ou seja, o nosso próximo, a quem podemos tocar e ver. Contra estes, a palavra deixa claro, que não devemos lutar, mas amá-los como Cristo nos amou.

Principados e potestades que são os príncipes das trevas deste século, que agem nos lugares celestiais, eles são espirituais, então nos não o vemos com nossos olhos carnais, mas contra estes devemos lutar.

Como lutar contra eles?

Para lutar com eles, devemos estar revestidos das armaduras de Deus, que também é espiritual, a qual devemos estar todos os momentos revestidos, de tal forma, que outras pessoas possam ver isso refletir no nosso dia a dia… Sermos verdadeiramente crentes fervorosos, um crente fiel, que fala e acontece. Se pergunte para você mesmo, você tem sido assim?

Se nossa luta é contra os principados e potestades dos ares, e não conta sangue e carne, o que está mais fácil e perto de ver? O que está mais próximo de você? As pessoas, não é?

E muitas das vezes, essas pessoas que podemos ver, são as que em algum momento vão nos provocar em alguma situação, principalmente, os mais próximo de nós.

Você já foi provocado por carne e sangue?

Você já foi provocado alguma vez por pessoas próximas de você, seus familiares, colegas ou até mesmo irmãos na igreja?

Quando nós nos sentimos provocados, ou temos uma ira, Paulo vai nos dizer que a nossa luta não é contra sangue e carne.

Quando lemos isso, nós nos deparamos com alguém que disse isso, mas que verdadeiramente perseguiu a igreja de Cristo, que lutou outrora contra pessoas porque se diziam Cristãs.

Nós estamos “ouvindo” alguém falar sobre que a nossa luta não é contra carne nem sangue, mas que, outrora, lutou contra carne e sangue, mas que passou depois a ser esbofeteado no rosto e no corpo, por carne e sangue, e perseguido por ser Cristão diversas vezes, por Carne e sangue.

Pessoas que o esbofeteavam, então se Paulo apanhava, ele não lutava contra isso, e ele ainda dizia que o sofrer dele era prazeroso, porque o sofrer dele era como o sofrer de Cristo, e ele se gloriava na Cruz de Cristo, o orgulho dele estava na cruz de Cristo, ou seja, por sofrer por amor a Jesus.

O que tudo isso significa? significa que, nós vemos que aquele que esta a nos ensinar, o que é o não lutar contra carne e sangue, é o mesmo que demonstrou isso, na prática.

Devemos entender muito bem isso antes de tudo, quem está falando disso? Quem está nos levando a entender que a nossa luta não é contra a carne nem sangue? É aquele que realmente não lutou, mais que, segundo a mente humana, poderia ter lutado.

Paulo, mesmo sendo esbofeteado, ficava calado, não porque ele estava apanhando atoa, mas, porque ele sabia que o que ele estava fazendo na terra estava incomodando as pessoas, e ele sabia que o Cristo que ele prega, é aquele que É o autor da vida, e o autor da salvação, ou seja, o que ele esta pregando, faz com que o inferno se levante contra ele.

Vamos começar a entender, o que é principado e potestades, pois só entendemos que eles só agem, quando nós começamos a entender que o autor da vida está conosco.

Quando os principados e potestades se levantam contra a nossa vida?

Então, de fato, quando os principados e potestades se levantam contra a nossa vida, é porque já estamos como Paulo, e já estamos entendendo a sensibilidade do mundo espiritual.

Ou seja, nós por entender a sensibilidade no mundo espiritual, passamos a entender que o sofrer por Cristo gera em nós uma alegria e um prazer tão grande, que nós começamos a entender a necessidade que há em nós de sofrer por Cristo, porque em meio ao sofrimento, a nossa humildade avança, a nossa simplicidade cresce, nós ficamos mais perseverantes, nós buscamos mais a Deus, conseguimos ter uma intimidade maior com Deus, e nós passamos a Glorificar a Deus pelas lutas.

Porém, muitos de nós Cristãos, não tem esse pensamento.

Como assim? Quando vem as lutas, murmuram, e muita das vezes desistem e não consegue uma força, e ânimo para buscar a Deus. Primeiro, precisamos começar desse ponto.

Para entender os principados e potestades, você primeiro precisa vencer essa etapa, então novamente vamos recapitular.

Todos nós passamos lutas, se alguém disser que não passa luta, mesmo se alguém esteja morno na presença de Deus, é uma pessoa já que está servindo a satanás.

Se todos aqui passam luta, certamente, em meio as lutas que você tem que prestar atenção, porque talvez a maioria de nós, não está mais passando luta, talvez chegou o tempo da paz, porque a paz vai voltar, mesmo que independentemente você perdeu alguém, a paz vai voltar de novo, pois é um ciclo da vida.

O nosso pensamento foi projetado por Deus, para nós estarmos sempre progredindo.

Tem o tempo da tristeza e tem o tempo da alegria. Lá em Eclesiastes (Capítulo 3), diz muito bem sobre isso, tem o tempo de ganhar e o tempo de perder, independentemente de Classe Social, acontece com todos, independentemente se for espiritual ou não.

Mas para nós que somos espirituais, novamente, somos já sensíveis, e entendemos para onde a nossa alma poderá ir, e entendemos que devemos fazer da forma que Deus se agrada, e quando pecamos, nos entristecemos porque sabemos que assim podemos perder a nossa salvação, ou seja, estamos mais sensíveis ao espiritual. Voltando então…

Quando nós passamos por lutas, e perseguições, às vezes na família, é o momento que nós temos que olhar para o que está acontecendo, e ver se nós estamos murmurando, se nós estamos achando que só nós passamos por lutas, pois muita das vezes nós acabamos ficando cego, e esquece do que Jó passou, muitos profetas, Paulo… Enfim, Até o próprio Jesus. E se isso acontecer, quer dizer que estamos mornos.

Se nós estivermos mornos, nessas horas, não vamos conseguir Glorificar a Deus por essa luta.

Por isso, irmãos, estou falando para vocês, existe algo, muito sério na nossa vida que é nos momentos das lutas, só pensamos que só nós passamos luta.