Seja fiel nas pequenas coisas

Seja fiel nas pequenas coisas

Da parábola de ‘Mordomo injusto‘, vemos

Quem é fiel no mínimo, também é fiel no muito; quem é injusto no mínimo, também é injusto no muito.
Pois, se nas riquezas injustas não fostes fiéis, quem vos confiará as verdadeiras?
E, se no alheio não fostes fiéis, quem vos dará o que é vosso?

Lucas capítulo 16 versículo 10 ao12

Como está nossa fidelidade e compromisso com nosso Deus, em pequenas áreas de nossas vidas?

Da parábola de ‘As Ovelhas Perdidas‘, de Lucas 15:1,2

E Chegavam-se a ele todos os publicanos e pecadores para o ouvir.

E os fariseus e os escribas murmuravam, dizendo: Este recebe pecadores, e come com eles.

Lucas Capítulo 15 versículo 1 ao 2

Vemos os cobradores de impostos e os pecadores estavam chegando “perto” dele, para ouvi-Lo, mas, por outro lado, os fariseus e os escribas estavam “resmungando em seu coração”. Jesus está falando com eles, através de parábolas. Nessas parábolas, vemos, há pecado, arrependimento e alegria nelas. Notamos que ele está indo atrás das ‘ovelhas perdidas’, mas Ele não vai atrás do ‘filho perdido’. O filho percebeu que faltava algo e voltou para sua casa.

Especificamente no capítulo 16 de Lucas, podemos ver que Ele está dizendo aos discípulos: 

E dizia também aos seus discípulos: Havia um certo homem rico, o qual tinha um mordomo; e este foi acusado perante ele de dissipar os seus bens.

E ele, chamando-o, disse-lhe: Que é isto que ouço de ti? Dá contas da tua mordomia, porque já não poderás ser mais meu mordomo.

E o mordomo disse consigo: Que farei, pois que o meu senhor me tira a mordomia? Cavar, não posso; de mendigar, tenho vergonha.

Eu sei o que hei de fazer, para que, quando for desapossado da mordomia, me recebam em suas casas.

E, chamando a si cada um dos devedores do seu senhor, disse ao primeiro: Quanto deves ao meu senhor?

E ele respondeu: Cem medidas de azeite. E disse-lhe: Toma a tua obrigação, e assentando-te já, escreve cinqüenta.

Disse depois a outro: E tu, quanto deves? E ele respondeu: Cem alqueires de trigo. E disse-lhe: Toma a tua obrigação, e escreve oitenta.

E louvou aquele senhor o injusto mordomo por haver procedido prudentemente, porque os filhos deste mundo são mais prudentes na sua geração do que os filhos da luz.

E eu vos digo: Granjeai amigos com as riquezas da injustiça; para que, quando estas vos faltarem, vos recebam eles nos tabernáculos eternos.

Quem é fiel no mínimo, também é fiel no muito; quem é injusto no mínimo, também é injusto no muito.

 Vemos aqui sobre,“um mordomo desonesto”.

Somos fiéis com a riqueza que Deus nos deu? riqueza em termos de dinheiro, as oportunidades que estamos tendo em nossas vidas – em termos de compartilhar a Palavra de Deus para os outros. Para ser aceito por outros, este homem astuto estava planejando com antecedência. Deus nos deu muita riqueza e tempo. Somos fiéis ou estamos desperdiçando a riqueza que Deus nos deu? Estamos gastando nosso tempo de uma maneira melhor, somos cuidadosos em gastar cada centavo fornecido por Deus? Se não, somos ‘infiéis’ Somos responsáveis por Deus. 

Nenhum servo pode servir dois senhores; porque, ou há de odiar um e amar o outro, ou se há de chegar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.

Lucas Capítulo 16 versículo 13

Como estamos utilizando isso?

1 Crônicas 29: 1-16,

Disse mais o rei Davi a toda a congregação: Salomão, meu filho, a quem só Deus escolheu, é ainda moço e tenro, e esta obra é grande; porque não é o palácio para homem, mas para o SENHOR Deus.
Eu, pois, com todas as minhas forças já tenho preparado para a casa de meu Deus ouro para as obras de ouro, e prata para as de prata, e cobre para as de cobre, ferro para as de ferro e madeira para as de madeira, pedras de ônix, e as de engaste, e pedras ornamentais, e pedras de diversas cores, e toda a sorte de pedras preciosas, e pedras de mármore em abundância.
E ainda, porque tenho afeto à casa de meu Deus, o ouro e prata particular que tenho eu dou para a casa do meu Deus, afora tudo quanto tenho preparado para a casa do santuário:
Três mil talentos de ouro de Ofir; e sete mil talentos de prata purificada, para cobrir as paredes das casas.
Ouro para os objetos de ouro, e prata para os de prata; e para toda a obra de mão dos artífices. Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao Senhor?
Então os chefes dos pais, e os príncipes das tribos de Israel, e os capitães de mil e de cem, até os chefes da obra do rei, voluntariamente contribuíram.
E deram para o serviço da casa de Deus cinco mil talentos de ouro, e dez mil dracmas, e dez mil talentos de prata, e dezoito mil talentos de cobre, e cem mil talentos de ferro.
E os que possuíam pedras preciosas, deram-nas para o tesouro da casa do Senhor, a cargo de Jeiel o gersonita.
E o povo se alegrou porque contribuíram voluntariamente; porque, com coração perfeito, voluntariamente deram ao Senhor; e também o rei Davi se alegrou com grande alegria.
Por isso Davi louvou ao Senhor na presença de toda a congregação; e disse Davi: Bendito és tu, Senhor Deus de Israel, nosso pai, de eternidade em eternidade.
Tua é, Senhor, a magnificência, e o poder, e a honra, e a vitória, e a majestade; porque teu é tudo quanto há nos céus e na terra; teu é, Senhor, o reino, e tu te exaltaste por cabeça sobre todos.
E riquezas e glória vêm de diante de ti, e tu dominas sobre tudo, e na tua mão há força e poder; e na tua mão está o engrandecer e o dar força a tudo.
Agora, pois, ó Deus nosso, graças te damos, e louvamos o nome da tua glória.
Porque quem sou eu, e quem é o meu povo, para que pudéssemos oferecer voluntariamente coisas semelhantes? Porque tudo vem de ti, e do que é teu to damos.
Porque somos estrangeiros diante de ti, e peregrinos como todos os nossos pais; como a sombra são os nossos dias sobre a terra, e sem ti não há esperança.
Senhor, nosso Deus, toda esta abundância, que preparamos, para te edificar uma casa ao teu santo nome, vem da tua mão, e é toda tua.

 Davi está orando a Deus dizendo: “Senhor, nosso Deus, toda esta abundância, que preparamos, para te edificar uma casa ao teu santo nome, vem da tua mão, e é toda tua.

Tudo o que Deus deu, pertence a Ele e precisamos cuidar bem deles, precisamos submeter tudo, incluindo nossa vida e tempo a Ele. Davi ora: “Senhor, nosso Deus, toda esta abundância, que preparamos, para te edificar uma casa ao teu santo nome, vem da tua mão, e é toda tua. Precisamos ser fiéis no tempo, no dinheiro e em tudo o que Deus nos deu.

Na parábola de Lucas 16, o astuto empresário foi elogiado por sua astuta. Como ele, precisamos aproveitar a oportunidade para servir a Deus. Vemos a oportunidade que o astuto gerente teve, ‘”E louvou aquele senhor o injusto mordomo por haver procedido prudentemente, porque os filhos deste mundo são mais prudentes na sua geração do que os filhos da luz.” O gerente foi elogiado, porque ele agiu com prudencia aqui, aproveitando a oportunidade, onde teve tempo. porque os filhos deste mundo são mais prudentes na sua geração do que os filhos da luz.Aproveitemos também essa oportunidade, sejamos mais fiéis ao nosso Senhor – no local de trabalho, em casa, nas responsabilidades que temos em nossa Igreja.

As oportunidades, onde podemos compartilhar a Palavra de Deus com os outros ou levantar outras com a Palavra, em termos de dinheiro, ajudam os necessitados – em atos de compartilhar, conversar com crianças da escola dominical, conversar com elas e incentivá-las. Há muitos irmãos e irmãs que precisam de nossa ajuda, aqueles que estão sozinhos, que são solteiros, estamos usando nosso tempo ou dinheiro ou o que for necessário, para incentivá-los? – somos fiéis em fazer tudo isso? Deus nos deu tanto, que precisamos nos controlar adequadamente com isso, se não não podemos receber as verdadeiras riquezas, que Deus ansiosamente quer nos dar.

E o chefe dos eunucos lhes pôs outros nomes, a saber: a Daniel pôs o de Beltessazar, e a Hananias o de Sadraque, e a Misael o de Mesaque, e a Azarias o de Abednego.
E Daniel propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar.

Daniel capítulo 1 versículo 7 ao 8

 Vemos claramente que, mas não há nada que seja. Daniel tomou uma posição aqui. Se tomarmos uma posição por nosso Deus como Daniel. Vemos ao longo de um período de tempo; Deus lhe fez revelações incríveis sobre os tempos finais. Versículo 11 em diante,

Então disse Daniel ao despenseiro a quem o chefe dos eunucos havia constituído sobre Daniel, Hananias, Misael e Azarias:
Experimenta, peço-te, os teus servos dez dias, e que se nos dêem legumes a comer, e água a beber.
Então se examine diante de ti a nossa aparência, e a aparência dos jovens que comem a porção das iguarias do rei; e, conforme vires, procederás para com os teus servos.
E ele consentiu isto, e os experimentou dez dias.
E, ao fim dos dez dias, apareceram os seus semblantes melhores, e eles estavam mais gordos de carne do que todos os jovens que comiam das iguarias do rei.
Assim o despenseiro tirou-lhes a porção das iguarias, e o vinho de que deviam beber, e lhes dava legumes.
Quanto a estes quatro jovens, Deus lhes deu o conhecimento e a inteligência em todas as letras, e sabedoria; mas a Daniel deu entendimento em toda a visão e sonhos.
E ao fim dos dias, em que o rei tinha falado que os trouxessem, o chefe dos eunucos os trouxe diante de Nabucodonosor.
E o rei falou com eles; entre todos eles não foram achados outros tais como Daniel, Hananias, Misael e Azarias; portanto ficaram assistindo diante do rei.
E em toda a matéria de sabedoria e de discernimento, sobre o que o rei lhes perguntou, os achou dez vezes mais doutos do que todos os magos astrólogos que havia em todo o seu reino.
E Daniel permaneceu até ao primeiro ano do rei Ciro.

Daniel era fiel a Deus. Quando foi capturado, ele não escolheu comer a comida escolhida pelo rei ou o vinho, mas tomou uma posição forte, não para se contaminar. Vemos que Deus está ajudando Daniel e seus amigos.

Daniel capítulo 10 versículo 12: “Então me disse: Não temas, Daniel, porque desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras.” Daniel estava vindo a Deus para as interpretações de visões e sonhos e Deus estava ajudando-o.

Daniel capítulo 6 versículo 3 e 4: “Então o mesmo Daniel sobrepujou a estes presidentes e príncipes; porque nele havia um espírito excelente; e o rei pensava constituí-lo sobre todo o reino.” Um espírito extraordinário estava sobre Daniel. Só porque ele tomou uma posição forte por Deus.

Versículo 4: “Então os presidentes e os príncipes procuravam achar ocasião contra Daniel a respeito do reino; mas não podiam achar ocasião ou culpa alguma; porque ele era fiel, e não se achava nele nenhum erro nem culpa.” Não havia negligência ou corrupção nele. Existe uma responsabilidade ou negligência, ou uma paixão, um desejo em nosso coração de fazer a vontade de Deus em nossas vidas? Versículo 5, “Então estes homens disseram: Nunca acharemos ocasião alguma contra este Daniel, se não a acharmos contra ele na lei do seu Deus.

Vemos em todas essas coisas se somos fiéis em pequenas áreas, Deus nos abençoará e nos dará riquezas celestiais.

Na parábola dos talentos, Mateus capítulo 25 versículo 14 ao 26 

Porque isto é também como um homem que, partindo para fora da terra, chamou os seus servos, e entregou-lhes os seus bens.
E a um deu cinco talentos, e a outro dois, e a outro um, a cada um segundo a sua capacidade, e ausentou-se logo para longe.
E, tendo ele partido, o que recebera cinco talentos negociou com eles, e granjeou outros cinco talentos.
Da mesma sorte, o que recebera dois, granjeou também outros dois.
Mas o que recebera um, foi e cavou na terra e escondeu o dinheiro do seu senhor.
E muito tempo depois veio o senhor daqueles servos, e fez contas com eles.
Então aproximou-se o que recebera cinco talentos, e trouxe-lhe outros cinco talentos, dizendo: Senhor, entregaste-me cinco talentos; eis aqui outros cinco talentos que granjeei com eles.
E o seu senhor lhe disse: Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.
E, chegando também o que tinha recebido dois talentos, disse: Senhor, entregaste-me dois talentos; eis que com eles granjeei outros dois talentos.
Disse-lhe o seu senhor: Bem está, bom e fiel servo. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.
Mas, chegando também o que recebera um talento, disse: Senhor, eu conhecia-te, que és um homem duro, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste;
E, atemorizado, escondi na terra o teu talento; aqui tens o que é teu.
Respondendo, porém, o seu senhor, disse-lhe: Mau e negligente servo; sabias que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei?

 Vemos aqui, o escravo fiel e um escravo infiel. Os fiéis, negociados com o que tinham e ganharam mais.

Estamos submetendo tudo ao Senhor? 

E muito tempo depois veio o senhor daqueles servos, e fez contas com eles.
Então aproximou-se o que recebera cinco talentos, e trouxe-lhe outros cinco talentos, dizendo: Senhor, entregaste-me cinco talentos; eis aqui outros cinco talentos que granjeei com eles.
E o seu senhor lhe disse: Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.
E, chegando também o que tinha recebido dois talentos, disse: Senhor, entregaste-me dois talentos; eis que com eles granjeei outros dois talentos.
Disse-lhe o seu senhor: Bem está, bom e fiel servo. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.
Mas, chegando também o que recebera um talento, disse: Senhor, eu conhecia-te, que és um homem duro, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste;
E, atemorizado, escondi na terra o teu talento; aqui tens o que é teu.
Respondendo, porém, o seu senhor, disse-lhe: Mau e negligente servo; sabias que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei?
Devias então ter dado o meu dinheiro aos banqueiros e, quando eu viesse, receberia o meu com os juros.
Tirai-lhe pois o talento, e dai-o ao que tem os dez talentos.
Porque a qualquer que tiver será dado, e terá em abundância; mas ao que não tiver até o que tem ser-lhe-á tirado.

Se formos fiéis em pequenas coisas, Deus nos dará uma abundância. Mas se formos infiéis,  mas ao que não tiver até o que tem ser-lhe-á tirado.“. Precisamos ser fiéis em tudo o que recebemos do Senhor. “Lançai, pois, o servo inútil nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes.

 Este é o estado muito triste, se não usarmos as coisas fielmente.

Por isso diz: Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá.
Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios,
Remindo o tempo; porquanto os dias são maus.
Por isso não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor.

Efésias capítulo 5 versículo 14 ao 17 

Claramente, vemos aqui que precisamos nos levantar, acordar, se somos infiéis, vamos com um coração arrependido, coração carente, para nosso Senhor. Tente usar nosso tempo de qualquer maneira, estamos recebendo, como os dias que estamos recebendo são maus. “Por isso não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor.” Precisamos renovar nossa mente e entender qual é a vontade do Senhor, neste mundo e precisamos ser fiéis.

1 Coríntios capítulo 4 versículo 1 ao 3Que os homens nos considerem como ministros de Cristo, e despenseiros dos mistérios de Deus.
Além disso requer-se dos despenseiros que cada um se ache fiel.
Todavia, a mim mui pouco se me dá de ser julgado por vós, ou por algum juízo humano; nem eu tampouco a mim mesmo me julgo
.” Precisamos ser confiáveis e Deus nos tornará confiáveis e Deus é capaz de nos dar muitas riquezas, mas precisamos ser honestos, fiéis administradores, com todos os nossos corações.

2 Coríntios capítulo 4 versículo 4 ao 6 Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus.” Aqueles que são incrédulos, não são capazes de ver a luz do evangelho da glória de Cristo. “Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo.” Este é o verdadeiro tesouro – ver a glória de Deus, todos os dias de nossas vidas e crescer no conhecimento de Deus.

Deus nos deu luz em nossos corações. Precisamos ver que.a luz está queimando em nossos corações, todos os dias de nossas vidas. Seja o amor por nosso Deus, a paixão por nosso Deus, o desejo de seguir fervorosamente nosso Senhor.

“Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós.” Este tesouro em vasos de barro é o tesouro de ver a glória de nosso Senhor em nosso navio de barro. Sabemos que a água nos vasos de barro evapora lentamente. Da mesma forma, em nossa carne também, se não estamos enchendo nossos corações de amor e a luz que Deus dá, se não estamos crescendo no conhecimento de nosso Deus diariamente, então há uma tendência de que, este tesouro irá embora de nós e lentamente, lentamente, nos tornamos infiéis ao nosso Deus. O poder é apenas de cima. Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados.
Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos;
Trazendo sempre por toda a parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos;

Quando levarmos isso a sério, essa morte de Jesus em nosso corpo, constantemente, então a vida de Jesus se manifestará em nosso corpo, todos os dias.”De maneira que em nós opera a morte, mas em vós a vida.” Se estamos morrendo em nossa carne, alguém terá vida. Deus quer que eles também sejam Dele. Se não estamos crescendo na riqueza que nos é dada, então a riqueza que nos fornecêuda será retirada.

2 Coríntios capítulo 5 versículo 10: “Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal.” Somos responsáveis diante de Deus. Somos fiéis, estamos submetendo nossas vidas a Deus? porque um dia, precisamos dar um relato a Deus pelo que recebemos e damos glória ao nosso Deus, pelo que Ele nos deu.

2 Pedro capítulo 1 versículo 2 ao 11“Graça e paz vos sejam multiplicadas, pelo conhecimento de Deus, e de Jesus nosso Senhor;
Visto como o seu divino poder nos deu tudo o que diz respeito à vida e piedade, pelo conhecimento daquele que nos chamou pela sua glória e virtude” 
Deus nos deu tudo “Pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo.

Precisamos reivindicar essas preciosas e magníficas promessas, todos os dias de nossas vidas. “E vós também, pondo nisto mesmo toda a diligência, acrescentai à vossa fé a virtude, e à virtude a ciência,
E à ciência a temperança, e à temperança a paciência, e à paciência a piedade,
E à piedade o amor fraternal, e ao amor fraternal a caridade.
Porque, se em vós houver e abundarem estas coisas, não vos deixarão ociosos nem estéreis no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo.
” Precisamos mostrar diligência, fazer um esforço com a ajuda do Espírito Santo. “Pois aquele em quem não há estas coisas é cego, nada vendo ao longe, havendo-se esquecido da purificação dos seus antigos pecados.
Portanto, irmãos, procurai fazer cada vez mais firme a vossa vocação e eleição; porque, fazendo isto, nunca jamais tropeçareis.
Porque assim vos será amplamente concedida a entrada no reino eterno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
” Nestes tempos finais, precisamos ser mais diligentes, como Deus nos chamou, para um propósito específico. Precisamos ver que essas virtudes cristãs estão somando todos os dias de nossas vidas. Se praticarmos essas virtudes, nunca tropeçaremos. Desta forma, a entrada no reino eterno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, será abundantemente fornecida a nós. Vamos realmente submeter nossas vidas à Palavra. Que Deus nos ajude a ser fiéis, não desperdiçando a riqueza dada pelo mestre, as verdadeiras riquezas. Vamos morrer ao nosso “eu” para que Sua vida se manifeste em todas as áreas de nossas vidas.

Graças a Deus por Sua Palavra.

Observação: Este conteúdo foi escrito por: “R.Biji” e retirado e traduzido do site: “CFC Qatar“ e adaptado.

“Que a paz Do Nosso Senhor Jesus Cristo esteja sobre sua vida, Até a próxima! …”

Um perdão diário